Normas de frequência e uso da Biblioteca

Do acesso, consulta e disponibilização dos materiais da Biblioteca.

O acervo da biblioteca está disponibilizado para consulta a todos os interessados (usuários), mediante identificação prévia.

Como regra geral, os materiais são disponibilizados para consulta dentro dos espaços da própria Biblioteca.

  • Em razão da pandemia do Corana-Vírus, a consulta local está temporariamente indisponível.
  • Os empréstimos deverão ser solicitados por e-mail ou telefone com antecedência.

O levantamento do material desejado será mediante consulta ao bibliotecário e ao Sistema de Pesquisa Integrada, sendo vedado aos usuários o acesso direto ao acervo.

Após o uso dos materiais solicitados, estes devem ser devolvidos diretamente ao pessoal de atendimento na Biblioteca.

Da eventual retirada ou empréstimo de materiais da Biblioteca

Mantido o caráter privado da Biblioteca, a decisão sobre a retirada de matérias é prerrogativa exclusiva dos religiosos da Congregação Redentorista, através de gestão da Comunidade Redentorista de Pesquisas Religiosas.

Para além desta prerrogativa dos membros da Congregação, o empréstimo de materiais, por tempo determinado, pode ser estendido a docentes, a estudantes do ITESP, e a pessoas devidamente recomendadas pelos Redentoristas.

Todas as pessoas autorizadas a retirar materiais da Biblioteca, incluindo os próprios membros da Congregação, devem ter uma ficha cadastral em vista do controle de entrega dos materiais.

Regulamento de procedimentos internos e de empréstimos.

O ambiente da Biblioteca é de silêncio e discrição, sendo vedado usar telefones ou estabelecer conversas, mesmo que versem sobre assuntos científicos. É igualmente vedado o consumo de alimentos nos espaços da Biblioteca.

O empréstimo de material bibliográfico só se fará ao usuário previamente inscrito como leitor da Biblioteca.

Para os não membros da Congregação, o padrão de empréstimo se restringe a apenas uma obra por vez, ficando a ampliação desse número a critério da coordenação.

O prazo com que o usuário inscrito pode permanecer com o material retirado é de 10 (dez) dias, podendo ser prorrogado por mais 10 (dez) dias mediante solicitação pessoal ou por contato à distância (telefone ou mensagem). O prazo de empréstimo pode ser alterado, bem como ser solicitada a devolução imediata dos materiais retirados.

A coordenação da Biblioteca reserva-se o direito de decidir sobre quais materiais podem ser efetivamente retirados

É vedado ao usuário retirar qualquer material em nome de outra pessoa.

O usuário é responsável pelo material retirado do acervo, sendo que a perda ou dano dos materiais implica na obrigação de substituí-los ou de indenizar a Biblioteca em valores correspondentes.

O usuário não poderá fazer nova retirada se estiver em débito com a Biblioteca.

A entrega do material em atraso acarretará em pagamento de quantia estipulada pela Direção, referente aos custos de gestão dos atrasos.